Design Thinking, Brand Design, Brand Strategy, Brand Identity, Digital

This is some of the work i’ve done in the last years. You can check it by year of production or by the tags in the base of the page! It will me nice to have some opinions/critics about it.
Hope you enjoy! (Please scroll down to the end of the page were you will find other projects!)

Site Estreias +Cinemamais cinema estreias

Site de pesquisa de filmes num contexto anual. Direccionado apenas para agências de criatividade.

Site Estreias +Cinema

Este site foi criado para que as agências de criatividade pudessem perceber quais os pacotes de filmes mais indicados para o target dos seus clientes.

Imaginemos por exemplo que a “Dove” queria colocar um anúncio numa sala de cinema. A agência da “Dove” viria a este site e seria lógico que pesquisasse quais os filmes que atraem mais público feminino das classes sociais “x” no intervalo etário “y”.

Em função desta pesquisa, era gerado um resultado que indicada quais os filmes desse ano que mais se enquadrariam nesses parâmetros.

Foi uma ferramenta que não foi disponibilizada ao público.

Tinha algumas funcionalidades de pesquisa bastante interessantes dispostas num interface que representava uma régie de umas sala de cinema/gravações.

mais cinema estreias
mais cinema estreias

site estreias

Desafios da logísticadesafios da logística

Este é apenas um exemplo das várias dezenas de projecto que desenvolvi para a Talkmedia desde 2005. Para quem recebe a Logística Moderna no escritório…pois é….sou eu que “sofro” (este “sofro” é mesmo a brincar, dá-me um prazer enorme assumir a direcção criativa da LM) com ela todos os meses.

Desafios da Logística
Sou um privilegiado por ter podido trabalhar e melhorar a revista, marcas e eventos da Talkmedia/Logística Moderna desde 2005. Esta identidade foi criada em 2007/2008 e pretendia passar uma mensagem desafiante. Trabalho em equipa, dificuldades, tarefas hercúleas, organização e parcerias, eram algumas das mensagens que se queriam ver passadas. Não me custa nada assumir que o design do evento se baseia no cartaz do BEN-HUR.

Ora vejam o link!

desafios da logística
desafios da logística
VB QueijosPackaging 1

O desafio era criar uma nova imagem para uma marca de queijos diferente. Para além da qualidade exigida, toda a identidade foi pensada para realçar as características de uma gama de queijos regionais, tradicionais e originais, oriundos da Quinta da Vinha Brava, da Ilha Terceira, nos Açores.

VB Queijos
   
 

Este foi um projecto desenvolvido em tempo record! Por vezes o processo de desenvolvimento de uma marca tem destas coisas:
“Ok! Temos 3 semanas para desenvolver uma nova marca para a Soterlac. Posicionamento Gourmet. Pontos de venda em Lisboa, Açores, Canadá e Estados Unidos. Ah…já temos os rótulos concebidos!”
O que às vezes parece (e é) um problema, pode tornar-se num desafio interessante.
VB (Vinha Brava, o nome da Quinta onde o queijo é fabricado) parecia a solução ideal.
- Fortalecia a ideia de empresa familiar que já tem o peso de várias gerações.
- Permitia o desenvolvimento de uma imagem “brasonada” (associada a valores culturais enraizados e tradições familiares)
A maior limitação foi o facto de já existirem rótulos produzidos. Esses rótulos tinham todos cores diferentes e as formas ovais eram predominantes.
Manter uma certa neutralidade no desenvolvimento da identidade e linguagem gráficas, por forma a que estas coexistissem  pacificamente com os rótulos aplicados no queijo, foi uma ideia de base que viria a ser mantida até ao fim do projecto.
A fonte utilizada para o “Brasão” foi costumizada (mais notório no “B”).
A Serif faz metade do “serviço” enquanto o pormenor emulsionado do “B” faz a justa ligação com os lacticínios.
O pormenor simbólico por cima da Tipografia baseou-se numa imagem da Quinta. A Quinta da Vinha Brava situa-se no meio de uma paisagem verdejante nos Açores. Vendo essa fotografia não seria complicado chegar a esta solução formal e cromática.
Este pormenor (Açor/Cornos – a família está ligada à tauromaquia/Vales) serviu de base para o packaging e reforçou de forma muito bem conseguida uma certa coerência com os rótulos.
Ritmo, RITMO, ritmo. É uma das palavras chave em que penso quando parto para o desenvolvimento de um pakaging. De outra forma…quem é que olha para o produto?!
Desenvolvi em conjunto com a Susana Martins (uma designer de produto exemplar, diga-se) um conjunto de 4 caixas.
Duas individuais, uma de dois queijos, e o brilharete, na minha opinião, está na de quatro queijos. Alguém me diga onde é que já viu quatro queijos dentro de uma baixa em linha!
(Sou rapaz para oferecer um queijinho dos pequenos à primeira pessoa que me enviar uma imagem!!)
Pequeno banca, avental e folhetos foram outras peças que desenvolvi para o projecto.
(Contaram-me que na FIL deste ano havia pessoas a fazer fila no STAND dos Açores só para levar uma caixinha. Algumas delas nem se importavam que fosse vazia!)

Este foi um projecto desenvolvido em tempo record! Por vezes o processo de desenvolvimento de uma marca tem destas coisas:

“Ok! Têm 3 semanas para desenvolver uma nova marca para a Soterlac. Posicionamento Gourmet. Pontos de venda em Lisboa, Açores, Canadá e Estados Unidos. Ah…já temos os rótulos concebidos!”

O que às vezes parece (e é) um problema, pode tornar-se num desafio interessante.

VB (Vinha Brava, o nome da Quinta onde o queijo é fabricado) parecia a solução ideal.
- Fortalecia a ideia de empresa familiar que já tem o peso de várias gerações.

- Permitia o desenvolvimento de uma imagem “brasonada” (associada a valores culturais enraizados e tradições familiares)

A maior limitação foi o facto de já existirem rótulos produzidos. Esses rótulos tinham todos cores diferentes e as formas ovais eram predominantes.

Manter uma certa neutralidade no desenvolvimento da identidade e linguagem gráficas, por forma a que estas coexistissem  pacificamente com os rótulos aplicados no queijo, foi uma ideia de base que viria a ser mantida até ao fim do projecto.

A fonte utilizada para o “Brasão” foi costumizada (mais notório no “B”).

A Serif faz metade do “serviço” enquanto o pormenor emulsionado do “B” faz a justa ligação com os lacticínios.

O pormenor simbólico por cima da Tipografia baseou-se numa imagem da Quinta. A Quinta da Vinha Brava situa-se no meio de uma paisagem verdejante nos Açores. Vendo essa fotografia não foi complicado chegar a esta solução formal e cromática.

Este pormenor (Açor/Cornos – a família está ligada à tauromaquia/Vales) serviu de base para o packaging e reforçou de forma muito bem conseguida, a coerência com os rótulos.

Ritmo, RITMO, ritmo. É uma das palavras chave em que penso quando parto para o desenvolvimento de um pakaging. De outra forma…quem é que olha para o produto?!
Desenvolvi em conjunto com a Susana Martins (uma designer de produto exemplar, diga-se) um conjunto de 4 caixas.
Duas individuais, uma de dois queijos, e o brilharete, na minha opinião, está na de quatro queijos. Alguém me diga onde é que já viu quatro queijos dentro de uma caixa em linha!

(Sou rapaz para oferecer um queijinho dos pequenos à primeira pessoa que me enviar uma imagem!!)

Pequena banca, avental e folhetos foram outras peças que desenvolvi para o projecto.

(Contaram-me que na FIL deste ano havia pessoas a fazer fila no STAND dos Açores só para levar uma caixinha. Algumas delas nem se importavam que fosse vazia!)

 

  Packaging 1
Packaging 2
Packaging
Packaging
Packaging
Packaging
Packaging
Packaging
Packaging
Banca vb
Banca vb
Avental
Ubaqua

Um projecto experimental desenvolvido no seio da codex. Ubaqua, “Water is”. Ubaqua, “Water is ubiquituos”.

Ubaqua
NAMING CONCEPT
Água Gourmet
WIKIPEDIA: ubiquo: que está ao mesmo tempo em toda a parte.
Água ubiqua – “A água está presente em praticamente todos os ambientes conhecidos. Na atmosfera, na superfície, nos aquíferos subterrâneos, nos seres vivos, nas emanações vulcânicas e também na maioria das rochas.”
“Desde muito que o ser humano tenta explicar os mistérios da vida e uma das formas dele fazer isso é criando mitos: “histórias” que contam, por exemplo, como surgiu o universo! E, de uma forma instintiva, muitos mitos de criação trazem o elemento água como fonte desse início da vida, tanto por parte de religiões quanto de teorias filosóficas.”
“A água está presente em múltiplas atividades do homem e é utilizada para diversas finalidades, como o abastecimento doméstico e público, uso agrícola e industrial e para a produção de energia elétrica.”
PACKAGING CONCEPT
“Quase que dá vontade de dizer que a água é um “ser” com vida própria. Algo que apareceu milhões de anos antes de nós….”
Em todos os seres vivos, da mais simples célula à maior sequóia, a água é, de longe, a mais comum das moléculas.
“A vida, tal como a conhecemos, depende da presença de água”
“Amazon.com Review
When an enigmatic monolith is found buried on the moon, scientists are amazed to discover that it’s at least 3 million years old”
Este Review é acerca do livro 2001: A Space Odyssey de Arthur C. Clarke.
A garrafa pretende transmitir o sentimento que o monolito do 2001 SO fez passar aos pré-humanos. De que esta água existia muito antes de nós cá andarmos.
NAMING CONCEPT
Água Gourmet
WIKIPEDIA: ubiquo: que está ao mesmo tempo em toda a parte.
Água ubiqua – “A água está presente em praticamente todos os ambientes conhecidos. Na atmosfera, na superfície, nos aquíferos subterrâneos, nos seres vivos, nas emanações vulcânicas e também na maioria das rochas.”
“Desde muito que o ser humano tenta explicar os mistérios da vida e uma das formas dele fazer isso é criando mitos: “histórias” que contam, por exemplo, como surgiu o universo! E, de uma forma instintiva, muitos mitos de criação trazem o elemento água como fonte desse início da vida, tanto por parte de religiões quanto de teorias filosóficas.”
“A água está presente em múltiplas atividades do homem e é utilizada para diversas finalidades, como o abastecimento doméstico e público, uso agrícola e industrial e para a produção de energia elétrica.”
PACKAGING CONCEPT
“Quase que dá vontade de dizer que a água é um “ser” com vida própria. Algo que apareceu milhões de anos antes de nós….”
Em todos os seres vivos, da mais simples célula à maior sequóia, a água é, de longe, a mais comum das moléculas.
“A vida, tal como a conhecemos, depende da presença de água”
“Amazon.com Review
When an enigmatic monolith is found buried on the moon, scientists are amazed to discover that it’s at least 3 million years old”
Este Review é acerca do livro 2001: A Space Odyssey de Arthur C. Clarke.
A garrafa pretende transmitir o sentimento que o monolito do 2001 SO fez passar aos pré-humanos. De que esta água existia muito antes de nós cá andarmos.




sercan android tatil